A celulite diminui ou aumenta depois da gravidez?

Toda mulher grávida tem um certo receio se celulite aumenta após gravidez. Mas será mesmo que ela aumenta? Descubra nesse artigo se este é apenas mais um mito a respeito da celulite.

A gravidez é um processo em que não apenas a vida e o psicológico da mulher passam por uma série de mudanças, como seu corpo também. Será que a celulite aumenta após gravidez? Ou será que ela diminui depois do parto?

Para muitas, essa dúvida é extremamente relacionada à autoestima das mulheres. É claro que ter um filho é maravilhoso. Mas o medo de nunca voltar a ter o corpo que tinha antes da gravidez é cercado de muitos mitos, e preocupa as mães.

 

1. Celulite aumenta após gravidez

Apesar dos mitos circundando o tópico, infelizmente é verdade que a celulite aumenta após gravidez.

As mudanças hormonais, os impulsos alimentares e a tendência de ganhar peso durante a geração do bebê são apenas alguns dos fatores que fazem com que o corpo desenvolva mais celulite e que ela fique mais aparente.

A seguir, valos falar melhor sobre cada um desses motivos para entender exatamente por que a celulite aumenta após gravidez.

2. Celulite pós-parto: entenda o por quê

Quando falamos que a celulite aumenta após gravidez, ou trazemos o termo “celulite pós-parto”, isso pode dar a entender que a celulite começa a se desenvolver logo após o nascimento de seu filho.

A verdade é um pouco menos preocupante: o aumento de celulite durante a gravidez é gradual, e só fica aparente após o parto.

É por isso que dizemos que a celulite aumenta após gravidez. Porque seu corpo vai, aos poucos, voltando ao normal, mas a celulite pode permanecer.

Existe uma série de fatores que podem ocasionar o aumento de celulite durante a gestação. E muitos deles são parte do processo, então é normal que a celulite aumenta após gravidez.

2.1 Fator hormonal

Primeiramente, nós temos o fator hormonal. Com uma série de hormônios circulando o corpo, principalmente o estrógeno, a mulher fica mais propensa a reter líquido, gordura e toxinas na pele.

Isso significa que a camada subdermal de gordura tem a tendência de se inflamar, e essa é a principal causa da celulite.

2.2 Ganho de peso

Outro motivo é o ganho de peso durante a gravidez. Por mais que esse seja um processo natural, o acúmulo de células de gordura é parte do que causa a aparência de casca de laranja e flacidez em nossa pele, os temidos furinhos.

2.3 Alimentação

Ainda, se a grávida não for muito regrada com sua alimentação e ceder regularmente aos conhecidos “desejos” de gravidez, ela pode acabar consumindo uma quantidade alta de alimentos com açúcares, sódio e carboidratos refinados.

Esses itens alimentícios são os principais causadores da celulite, e devem ser consumidos com moderação, seja durante a gravidez, após o parto ou em um cotidiano comum.

2.4 Nível alto de estrógeno

Antes e depois do parto, a mulher continua com um nível alto de estrógeno no organismo por um bom período. E com isso, torna difícil o emagrecimento e o combate à celulite sem uma rotina e uma alimentação regradas.

Dessa forma, outra das razões para se dizer que a celulite aumenta após gravidez é justamente porque muitas mulheres, embora se cuidem durante a gravidez, não levam em conta que o estrógeno continua no organismo após o parto, e que ainda é importante se regrar.

2.5 Quantidade de exercícios físicos

Além disso, durante a gestação, a quantidade de exercícios físicos da mulher diminui ou simplesmente passa a ser nula. O que faz com que a musculatura fique menos firme, e, com menos firmeza na pele, a camada de gordura fica mais aparente.

Celulite aumenta após gravidez

3. Tratamentos

Existe uma série de exercícios que podem impedir que a celulite aumenta após gravidez, mas é importante levar em conta que, mesmo que você não esteja mais grávida, eles não podem ser os mesmos de uma mulher que não passou por uma gestação.

Afinal de contas, além da quantidade de estrógeno e outros hormônios ainda circulando o seu corpo, é provável que você ainda esteja amamentando.

Suplementos, remédios, cremes com muita química e tratamentos abrasivos, podem ser eficientes em outras mulheres. Mas não são uma boa opção para você, tanto pela sua saúde como pela de seu filho.

A celulite aumenta após gravidez, e é possível combatê-la sem prejudicar todo o processo da maternidade.

3.1. Opte por tratamentos naturais

Além de uma alimentação saudável, que é essencial de qualquer forma, para nutrir o bebê de maneira adequada e viver uma vida saudável, é possível se valer de cremes e óleos naturais para tratar o problema que é a celulite aumenta após gravidez.

Substâncias como argila verde e óleo de rícino são ótimas para nutrir a pele e diminuir o inchaço. Além disso, auxiliam na eliminação de toxinas.

Esfoliações regulares com produtos naturais, como a borra de café, também podem ajudar a pele a eliminar toxinas.

Massagens de drenagem linfática, mesmo que caseiras, também são uma ótima alternativa para combater o inchaço e estimular a circulação.

Também é fundamental se manter sempre hidratada. É comum que muitos pensem que a ingestão de água em excesso é o que causa a retenção de líquido. Mas na verdade, é o contrário: o corpo retém líquido quando acha que não conseguirá se hidratar tão cedo.

Dessa forma, beber água regularmente permite que o corpo não a armazene e elimine as toxinas com maior eficiência.

3.2. Faça exercícios leves e eficientes

Por fim, o principal para evitar que a celulite aumenta após gravidez é voltar, aos poucos, a praticar exercícios. Ou até mesmo começar, se você não era uma pessoa muito ativa antes de sua gestação.

Treinamentos de força intervalados e exercícios aeróbicos leves trabalham na área afetada e, além de estimularem a circulação e a eliminação de toxinas, ainda quebram células de gordura e reforçam a musculatura, recobrando a firmeza da pele.

4. Conclusão

Dentre as muitas mudanças que o corpo de uma mãe sofre antes e depois de uma gestação, a celulite aumenta após gravidez. Essa é uma notícia que pode ser preocupante para muitas, mas não é tão difícil assim eliminá-las novamente.

Saber que a celulite aumenta após gravidez é uma forma importante de se manter regrada e centrada em uma alimentação saudável e exercícios. Com isso, é possível recobrar o corpo que você tinha antes da gravidez com saúde e sem sacrifícios!

E aí, curtiu o artigo ou conhece aquela amiga grávida que tem dúvidas sobre celulite após gravidez? Então compartilhe e “espalhe” esse conteúdo!

Comentários

Quem leu isso, também está lendo: